Tel. 55 54 3026.7766  |  Fax. 55 54 3026.7767

comuncacao-varejo1

A técnica de Merchandising nasceu para melhorar as vendas nas lojas, divulgando de forma a organizar o roteiro de compras e divulgar as mercadorias.

O Merchandising eleva o ponto de venda à condição de estrela para o desenvolvimento de atividades promocionais, transformando a loja em canal de comunicação tão eficaz quanto a televisão e a mídia impressa. O histórico desta estratégica de marketing foi um importante canal na indústria, nos serviços e instalou-se no comércio.

Explorar o potencial de venda de suas lojas através deste canal ainda é um desafio: mostrar toda a variedade de produtos disponíveis nas lojas. Merchandising resume a expressão inglesa que significa “utilizar-se da mercadoria”, por isso este conceito é ligado ao produto.

Os 3 objetivos básicos do Merchandising Visual:

  • Aumentar as vendas com investimentos otimizados em utilização de espaço, estoques, mobiliário e pessoal, com a utilização racional do ponto-de-venda.
  • Reduzir custos de mão-de-obra envolvidos em vendas, organização, abastecimento, precificação, gestão do estoque, entre outros;
  • Buscar a qualidade no manuseio das mercadorias, reduzir furtos e quebras por manuseio ou exposição incorreta.

Pensando em “Merchandising

Desde a montagem da loja, todos os acessórios e equipamentos devem estar definidos, obedecendo a um mesmo padrão como: tipo de gôndolas, carrinhos, cestos, ganchos, refrigeradores e etc. O estilo da loja é o grande coordenador que gerará toda esta harmonia.

Por exemplo: se optar por acabamento em madeira nos equipamentos e prateleiras em geral, observe que o tom seja o mesmo e os contrastes sejam interessantes e não tornem a loja um “festival de variedades de elementos em design”.

A racionalização dos espaços é outro fator de suma importância, pois embora os produtos necessitem de uma sequência de exposição pré-determinada e local disponível, o espaço de circulação dos clientes é necessário e deve estar bem estruturado para a utilização de carrinhos e/ou cestas que possibilitem o mínimo de conforto aos transeuntes no interior da loja.

A disposição dos produtos nas prateleiras necessita observar a quesitos básicos que respondem a questões como:

  • A exposição mostra as marcas que o cliente quer comprar?
  • Mercadorias que foram adquiridas com boas negociações estão em local privilegiado para a compra?
  • As mercadorias mais “queridas” do cliente estão em uma prateleira na altura dos olhos?

A altura de determinadas mercadorias nas prateleiras podem auxiliar a venda por impulso. Podemos tomar por base que a altura média do brasileiro é de 1,62m a 1,68m e expor os produtos 20cm para cima ou para baixo desta altura expõe a mercadoria no raio de visão do cliente. Mercadorias muito acima ou muito abaixo dificultam o acesso e a compra.

Coloque nos corredores de maior fluxo as mercadorias com as altas margens de lucro.

A localização de mercadorias de modo a associá-las traduz também uma excelente estratégia. Aproxime massas e molhos, por exemplo; e podemos pensar em colocar fraldas descartáveis próximas a meias de nylon, pois as mães efetuam estas compras.

Observe a reação do consumidor e dê atenção à sua opinião ( muitos questionamentos sobre a localização de um determinado produto deve ocasionar análise para seu reposicionamento).
Destaque os itens que necessitam destaque e não carregue demais nas informações visuais, pois pode confundir e não auxiliar.
Observação, análise e melhorias são constantes que determinam a continuidade de seu negócio com sucesso e lucratividade.

Vantagens de uma exposição bem feita

PARA O CONSUMIDOR

  • Facilita a compra
  • Economiza tempo
  • Lembra as necessidades

PARA O VAREJISTA

  • Cria fidelidade à loja
  • Atrai novos consumidores
  • Aumenta sua lucratividade
  • Valoriza o espaço no ponto-de-venda

PARA O FORNECEDOR

  • Aumenta a rotatividade dos produtos
  • Cria fidelidade ao produto e à marca
  • Bloqueia as atividades da concorrência

PLANO DE SEPARAÇÃO DE MERCADORIAS

  • Separação
  • Visibilidade
  • Acessibilidade
  • Disponibilidade

PONTOS PRINCIPAIS DE UMA EXPOSIÇÃO

  • Localização – escolha dos melhores locais de tráfego
  • Agrupamento – separação por categoria do produto
  • Posicionamento – altura para olhar, alcance para pegar
  • Comunicação – sinalização com preço, oferta.
  • Volume – quantidade suficiente de mercadoria

Selecionar Estado

Para que o site exiba os valores correspondentes à sua região, por favor, confirme o estado de destino do seu pedido.

ZIO